2007-11-26

Escandaloso...

Não pude deixar de comentar a situação assinalada ao lado sobre o funcionário que foi despedido por ter HIV. Em pleno sec.XXI, onde reina a ideia de que estamos a cultivar uma sociedade educada e instruída, como será possível passar uma situação destas? Aceito que existam preconceitos na sociedade em geral. O que me revolta profundamente são opiniões tipo "Acho bem!", "Mas achas bem porquê?", "Tão...que estupidez..ele tem HIV não?". Será que somos assim tão instruídos? Claro que nao...que estupidez...E à parte da opinião social, como é que é possível um juiz, que deve decidir pela razão e não pelo senso comum, tomar uma decisão deste calibre que em nada reflecte justiça? Nem que o sangue passasse para a comida infectava alguém! Só aceito essa opinião se me justificarem como é que realmente pode ser perigoso ele ser cozinheiro, com argumentos válidos, não só "Ah e tal...". Se um portador de HIV vai ao médico, o mesmo diz que o paciente é apto.(ponto) Nem ele pode alguma vez transmitir a informação de que o paciente contêm HIV...porque não é um motivo profissional. Agora expliquem-me...que raio de decisão foi esta?

10 comentários:

Jay disse...

Pa.. É complicado, mas a verdade é que se eu soubesse que em X restaurante havia um cozinheiro com HIV, de certeza que eu não ia comer.. Como já dizia o outro: "shit happens"...
É verade que na maior parte das vezes não sabemos o que se passa na copa dos restaurantes, mas a opinião é logo diferente quando é colocada a questão salientando os riscos.

Agora, não acho que deveria ser despedido, mas orientado para outras funções...

bob disse...

Ok, então é preciso que o cozinheiro se corte durante a confecção, verta sangue sobre a comida e que alguém depois a faça entrar em contacto com uma ferida aberta (natural e presumivelmente na boca). Mas a baixa probabilidade de isto acontecer não o torna impossível e este não é um azar comparável a um cagalhoto de pássaro no ombro: não há aqui guardanapinho ou toalhete que trate do assunto.

rui esteves disse...

bando de paneleiros....

rui esteves disse...

andam a levar no cú e o ke da...

Jay disse...

Afinal ja havia outro post sobre o mesmo tema..
Deveria ter sido colocado um comentario em vez de um novo post..

Mais acrescento que o facto de ser cozinheiro, o risco aumenta visto que é frequente o uso de facas. Quem nunca se cortou ao cozinhar ?
É menos provavel levar com um cagalhoto..

Fernando Costa disse...

Eu sou contra paneleiros em geral...sejam cozinheiros ou engenheiros eletrotécnicos...

il _messaggero disse...

...as hipoteses são ínfimas e o próprio tribunal não dispõe de provas científicas que provem que possa haver perigo de transmissão...

Julgo que houve alguns atropelos cometidos neste processo (protecção individual de dados médicos, etc.) e a junta médica declarou o trabalhador apto para o trabalho...

...não sei se haverá questão de incumprimentos laborais por parte do trabalhador, mas a terem-se baseado a decisão no facto de trabalhador ser portador do vírus HIV, julgo que é um atropelo aos direitos individuais dele...

Poderão falar no aspecto psicológico até pela profissão e pelo facto de lidar com objectos cortantes, mas julgo que o trabalhador em questão poderia ter sido orientado para outras funções..mas claro está, desconheço se haverá outras razões de índole laboral em questão...

p.s. Face a alguns comentários, só indicar que o vírus HIV/SIDA não é exclusivo dos homossexuais...

Jay disse...

Lembrei-me agora derrepente que numa serie que passava na RTP - E.R. Serviço de Urgencia - havia uma situação similar: Uma médica era portadora do virus HIV. Penso que o caso ainda era pior do que o de o cozinheiro em questão...

Tenho Aftas e sou Agressivo a Escovar os Dentes disse...

...não sei se haverá questão de incumprimentos laborais por parte do trabalhador, mas a terem-se baseado a decisão no facto de trabalhador ser portador do vírus HIV, julgo que é um atropelo aos direitos individuais dele...
--> é um atropelo aos meus direitos e à minha integridade fisica se eu, por acto negligenciado do restaurante - em que sabe da situação e deixa-o lá a trabalhar - contrair HIV! Isso sim... nisto o portuga é muito bonito... é solidário c os outros, mas se o azar lhe toca à porta, se por acaso (a probabilidade existe) ao comer naquele restaurante ficasse infectado, estariamos tds indignados a perguntar como é que é possivel e como é que n impediram aquele homem d trabalhar ali!

Acho que o tribunal esteve bem salvo na questão nde uma indemnização ao coitado do homem

luis disse...

rui esteves... adoro-te